Países africanos anunciam criação da maior zona de livre comércio do continente

0
  •  
  •  

Captura de tela 2015-06-14 às 12.41.45Por dentro da África

Durante encontro no Egito, realizado na última quarta-feira, líderes de 26 países africanos concordaram em criar a maior zona de livre comércio do continente, cobrindo uma área que vai da Cidade do Cabo (África do Sul) ao Cairo (Egito) para facilitar a circulação de mercadorias entre os países que representam mais de metade do PIB do continente.

A Comunidade para o Desenvolvimento Africano (SADC), o Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA) e a Comunidade do Leste Africano (EAC) integram a zona que faz parte de uma região que, atualmente, possui um volume de intercâmbios de mais de US$ 100 bilhões e um PIB de mais de US$ 1,2 trilhão. O acordo poderia reduzir o custo alfandegário em 85% durante os próximos cinco anos.

Neste final de semana, o pacto conhecido como Zona de Comércio Livre Tripartida (TFTA), resultado de uma negociação de cinco anos, foi apresentado oficialmente na cúpula da União Africana, na África do Sul.

O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, disse que o TFTA permitirá a África “fazer um tremendo progresso e mover todo o continente para a frente”.

 


  •  
  •