Exposição virtual CARNIRIV: conheça o rico festival de cultura da Nigéria

5
  •  
  •  

CarniRiv - Foto de Daniel Lane
CarniRiv – Foto de Daniel Lane

Natalia da Luz, Por dentro da África

Rio – No mês de dezembro, um festival de cultura revela as muitas facetas da diversidade nigeriana. Durante uma semana, o Carniriv, um carnaval que agita o estado de Rivers, apresenta aos visitantes a sua riqueza em performances, que envolvem danças, desfiles, esportes, instrumentos musicais, máscaras e regatas!

– Eu visitei diferentes países africanos, mas esta foi uma experiência muito diferente! Todas as noites, havia música de todos os tipos, da mais tradicional ao reggae, por exemplo. As festas reuniam mais de 60.000 pessoas no estádio, e as ruas estavam sempre movimentadas com muitas luzes e máscaras na multidão – contou ao Por dentro da África o fotógrafo inglês Daniel Lane, que nos brinda com uma exposição virtual de tirar o fôlego!

O Carniriv é um festival anual realizado em Port Harcourt, capital de Rivers, algumas semanas antes do Natal com duração de sete dias. Durante esse período, vários eventos cerimoniais são realizados; grande parte é considerada sagrada.

CarniRiv - Foto de Daniel Lane
CarniRiv – Foto de Daniel Lane

Com variedade de línguas faladas e lar de muitos grupos étnicos como ikwerre, Ijaw, ogoni e kalabari, a cultura da região chama atenção para a riqueza do patrimônio coletivo do povo. No campo econômico, o petróleo é uma das maiores riquezas de Rivers.

O governo do estado reconhece o festival como o seu principal produto para  o turismo, por isso, ele recebe um generoso financiamento. A região é conhecida como a terra das mil máscaras!

Para poder aproveitar, Daniel e o seu assistente, Alexandros Heimarios, acordavam cedo todos os dias para gravar e fotografar os detalhes deste grande festival. Motoristas, guias, crianças, soldados… Todos eram personagens com histórias a compartilhar, com expressões a serem registradas nas ruas de tantas cores e luzes.

– Os passeios de barco, regatas, carnavais de rua, eventos de luta livre e as danças tribais faziam parte de uma grande competição com representantes dos estados participantes.  Nós não poderíamos deixar de participar deste carnaval, que é um grande espetáculo – disse Lane, lembrando que foi entrevistado duas vezes pelas emissoras de TV nigerianas e, depois, reconhecido por muitos nigerianos nas ruas.

 A apresentação de cada grupo com seus símbolos e os aspectos que  constroem a sua identidade fazem parte do ponto alto da festa.

CarniRiv - Foto de Daniel Lane– O ritmo das tribos para mim foi, particularmente, o mais interessante. Essa é a parte do carnaval em que cada região é representada por dançarinos, contando a história de seu estado. As máscaras tribais têm muita importância e são únicas – destacou o fotógrafo sobre o festival de 13 a 21 de dezembro de 2013, a sexta edição do evento desde sua reformulação.

A regata, onde Daniel fez fotos incríveis da festividade, saiu com cerca de 6 horas de atraso, mas ele diz que valeu a pena esperar para ver os competidores como guerreiros orgulhosos comandando os mares!

– Novamente, cada estado tinha um barco diferente, e eles estavam sendo julgados pela apresentação do barco, decoração, cor e a maneira como remavam. Tentei registrar um pouco de cada um desses momentos aqui na exposição!

Por dentro da África

 


  •  
  •  

5 COMENTÁRIOS