Sub-20: Zâmbia vence Alemanha e chega às quartas da Copa do Mundo

0
Equipe comemora vitória – Federação de futebol da Zâmbia

Por André Carlos Zorzi, Por dentro da África

A seleção da Zâmbia venceu a Alemanha por 4 x 3 em um jogo cheio de emoções e chegou às quartas de final da Copa do Mundo Sub-20 da FIFA. O Senegal, por sua vez, deu adeus ao torneio após ser derrotado para o México por 1 x 0.

Os amantes do esporte estão eufóricos na Zâmbia. Pela primeira vez na história, a equipe está entre as oito melhores do Mundial Sub-20, em uma campanha que remete cada vez mais ao passado vitorioso da equipe.

Um dos elencos mais celebrados da história do país é o que disputou a Olimpíada de 1988, na Coréia do Sul – mesmo país em que ocorre a Copa do Mundo Sub-20 neste ano. Na ocasião, a equipe também chegou às quartas de final, fato que, para um país que jamais disputou uma Copa do Mundo profissional, por exemplo, possui bastante relevância.

Além das lembranças relativas ao local, os adversários também remetem ao passado: 29 anos atrás, a equipe foi eliminada pela Alemanha Ocidental durante o mata-mata olímpico, por 4 x 0. Desta vez, os zambianos deram o troco – marcando os mesmos quatro tentos.

Agora, terão de enfrentar a Itália, justamente o país que fez o país ficar conhecido em todo o mundo do futebol – em 1988, os italianos foram goleados pela equipe africana por 4 x 0.

OITAVAS DE FINAL

Zâmbia 4 x 3 Alemanha

Apesar de ter demonstrado um bom poder ofensivo, a equipe africana pecou pela falta de experiência e quase deixou o resultado escapar nos últimos minutos da partida.

Após ver a Alemanha sair à frente com um belo gol de falta de Ochs, aos 37’ do 1º tempo, a Zâmbia conseguiu uma reação espetacular na volta do intervalo.

Aos 5’, um cruzamento feito pela direita do ataque da Zâmbia desviou na zaga alemã. Um atacante tentou uma bicicleta, mas furou a bola, que sobrou para Banda chutar. 1 x 1.

Aos 23’, nova jogada pela direita. Sakala recebeu a bola e avançou. Ao adentrar a grande área, chutou com força. 2 x 1.

Aos 41’, ótimo contra-ataque para os zambianos, que contavam com cinco jogadores no campo adversário, contra dois defensores alemães e o goleiro. Mwepu recebeu na meia-lua da grande área, pelo centro, e, mesmo com a pressão da defesa, conseguiu concluir para as redes. 3 x 1.

Quando tudo parecia definido, porém, veio a surpresa. Aos 44’, Serdar recebeu cruzamento rasteiro pela direita e concluiu de letra, diminuindo.

Os alemães não desistiram, e a recompensa veio aos 49’. Após cruzamento vindo de trás, no desespero, um alemão deu um toquinho para ajeitar a bola para Arweiler, que apareceu desmarcado, pela esquerda, e chutou para empatar. 3 x 3, resultado que levou a partida para a prorrogação.

O derradeiro gol surgiu apenas aos 2’ do 2º tempo extra. Após boa troca de passes rápidos pela direita da grande área, Mayeme chutou com força e deu números finais à partida: 4 x 3.

 

Senegal 0 x 1 México

Sem poder contar com jogadores importantes como Diagne e Souleymane Aw, o Senegal acabou realizando um jogo muito pegado, cometendo mais que o dobro de faltas que o adversário (23 x 10).

Guèye quase abriu o placar para os senegaleses logo aos 7’ de jogo, em um lance que um zagueiro conseguiu tirar a bola um pouco à frente da linha. O próprio Guèye foi expulso, aos 26’ do 2º tempo, deixando sua equipe com um a menos.

Mesmo assim, a equipe conseguiu chegar mais algumas vezes ao ataque. Aos 43’, em cobrança de falta, a bola passou próxima à trave. No minuto seguinte, veio o gol da vitória mexicana, marcado por Cisneros, que havia entrado em campo oito minutos antes.

QUARTAS DE FINAL

A expectativa continua crescente em relação ao time de Zâmbia, que chega novamente como favorita no confronto. Na 1ª fase, os italianos perderam para o Uruguai (1 x 0), venceram a África do Sul (2 x 0), empataram com o Japão (2 x 2), em jogo que recebeu críticas pelo fato de as duas equipes terem ‘parado de jogar’ nos seis últimos minutos da partida, quando ambas estavam se classificando. No período, a defesa italiana apenas trocou passes, enquanto os japoneses não avançavam sobre a bola.

Nas oitavas de final, o time europeu enfrentou a França, que, apesar da boa campanha na fase de grupos, ainda não havia enfrentado nenhuma grande equipe (Nova Zelândia, Vietnã e Honduras). A Itália venceu por 2 x 1.

Sidy Sarr of Senegal and Sergio Villarreal of Colombia
Sidy Sarr of Senegal and Sergio Villarreal of Colombia

Confira os confrontos da próxima fase:

04/06

Portugal x Uruguai

Venezuela x Estados Unidos

05/06

Zâmbia x Itália

México x Inglaterra

Confira os resultados das oitavas de final:

Portugal 3 x 1 Coréia do Sul

Uruguai 1 x 0 Arábia Saudita

Venezuela 1 x 0 Japão (prorrogação)

Estados Unidos 6 x 0 Nova Zelândia

Itália 2 x 1 França

Zâmbia 4 x 3 Alemanha (prorrogação)

México 1 x 0 Senegal

Inglaterra 2 x 1 Costa Rica

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por dentro da África é um site dedicado ao continente africano com notícias, pesquisas, teses e coberturas exclusivas desenvolvido pela jornalista Natalia da Luz.