Ruanda usa futebol para quebrar barreiras de gênero e empoderar mulheres

0
  •  
  •  

Foto: Nações Unidas/Ruanda
Foto: Nações Unidas/Ruanda

Com informações da ONU

 Ruanda é um dos muitos países na África que tem visto o crescimento no interesse de sua população pelo futebol, um dos esportes mais famosos no continente. Neste esporte, não é comum ver mulheres como jogadoras, no entanto, em Ruanda, uma mulher quebrou as barreiras e foi longe para se tornar o primeira treinadora de futebol na África.

Marie Grace Nyinawumuntu é treinadora da seleção nacional de futebol feminino de Ruanda e também treina um time local de jovens meninas, o IS Kigali que participa da Liga Feminina Nacional.

– Eu sempre gostei de esportes desde a minha infância. Eu costumava brincar com os meninos. Na escola, eu jogava vôlei, basquete e fiz atletismo, mas o futebol era meu esporte preferido, embora fosse um esporte de homens – disse Marie.

A treinadora lembra que, na época da faculdade, ela foi incentivada por Felicité Rwemalika, fundadora da AKWOS, uma organização que tem o objetivo de capacitar as mulheres através de práticas esportivas e acredita que o esporte pode ser uma ferramenta poderosa para promover a igualdade de gênero, o direitos das mulheres e o seu empoderamento.

 


  •  
  •