“No esporte, nós estabelecemos o nosso próprio limite”, diz atleta de Botsuana

0
  •  
  •  

Karabo Sibanda
Karabo Sibanda – Foto – Rio 2016

Natalia da Luz, Por dentro da África

Rio – De Botsuana, um país com mais de 2 milhões de habitantes localizado na África Oriental, um grupo de 12 atletas cruzou o Oceano Atlântico para competir nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro nas provas de judô, natação e atletismo. Na Vila dos Atletas, o Por dentro da África conversou com o chefe da missão, o psicólogo da equipe e o atleta mais jovem, Karabo Sibanda, promessa para o futuro do atletismo no país.

-Eu classifico essa experiência como maravilhosa. Muitas vezes, perdemos; outras, ganhamos. Não tivemos uma performance muito boa no judô e na natação, mas tivemos excelentes resultados no atletismo. Trouxemos atletas muitos jovens que treinaram e serão promessa para os próximos Jogos Olímpicos – disse ao Por dentro da África Moses Morussi, chefe da missão de Bostuana.

Cerimônia de Abertura dos Jogos – Reuters

Responsável pela preparação psicológica do time, Tshepang Tshube lembra que é preciso controlar o nervosismo porque muitos dos atletas estão nas Olimpíadas pela primeira vez e se cobram de muitas maneiras.

-O mais importante é que os atletas estejam preparados para os jogos. É preciso treinar a mentalidade, a confiança no mais alto nível. Mesmo olhando para os atletas de forma individual, porque cada um têm o seu objetivo (como quebrar o próprio recorde, quebrar o recorde mundial, ficar em primeiro lugar), temos que trabalhar em equipe, como um grupo – destacou o médico Tshube.

DruckBotswana, país que faz fronteira com a África do Sul, Namíbia, Zimbabwe, Zâmbia e Angola, já competiu em oito Jogos Olímpicos. A estreia foi em 1980, em Moscou, e a primeira medalha olímpica nos Jogos de 2012, em Londres, com Nijel Amos, que conquistou uma prata nos 800m.

-Para mim, o nosso limite, somos nós mesmos quem estabelecemos. Eu digo pra mim mesmo que eu defino o limite e supero – disse Karabo Sibanda, atleta de 18 anos, que começou a treinar há 4 anos, enquanto assistia aos Jogos Olímpicos de Londres.

Karabo Sibanda - Foto - Rio 2016
Karabo Sibanda – Foto – Rio 2016

Fã de Usain Bolt, Sibanda, especializado nos 400m,  ganhou duas medalhas no Campeonato Africano de 2016, realizado em Durban, na África do Sul. Em 2015, o jovem conquistou muitos títulos, inclusive, o primeiro lugar na Competição de Atletismo da Juventude Africana.

-Aqui, em 2016, eu tive a chance de ir a uma final onde o recorde mundial foi batido, pude ver Bolt, Osafa Powell (atleta jamaicano). Isso foi muito para mim. Isso não é algo que você vê sempre na sua vida, muitas vezes, uma vez na vida. Isso é algo único e eu vivi isso!”


  •  
  •