Guiné-Conacri vence etapa Brasília da Copa dos Refugiados e Imigrantes 2019

0
  •  
  •  

Etapa Brasília da Copa – Foto: ACNUR/Victoria Hugueney

Com informações da ONU Brasil

A equipe da Guiné Conacri* foi a vencedora da etapa Brasília da Copa dos Refugiados e Imigrantes 2019, realizada na capital brasileira em 11 de agosto. O torneio é organizado pela ONG África do Coração e apoiado pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Organização Internacional para as Migrações (OIM), Instituto Migração e Direitos Humanos, Cáritas Brasileira e Sodexo.

“É a primeira vez que participamos da Copa. Estamos muito felizes, nem sabemos como explicar esse título. Nos preparamos por três meses, treinamos muito com times de Brasília”, disse eufórico o capitão do time, Ibrahima Kaba, que vive há seis anos no Brasil.

A etapa de Brasília contou com a participação de oito seleções: República Democrática do Congo, Cabo Verde, Gana, Paquistão, Haiti, Guiné-Conacri, Colômbia e Venezuela – somando 160 jogadores amadores.

A seleção campeã disputará a chamada Copa do Brasil de Refugiados e Imigrantes, no Rio de Janeiro, que terá a participação dos vencedores das outras rodadas regionais. A grande final está prevista para o fim de outubro.

Com o tema “Reserve um minuto para ouvir uma pessoa que deixou o seu país”, a edição de 2019 da competição envolverá aproximadamente 1.120 atletas de 39 nacionalidades, reunindo pessoas em situação de refúgio e imigrantes.

As próximas etapas regionais a serem disputadas serão em Porto Alegre (18 de agosto), Rio de Janeiro (14 e 21 de setembro), Curitiba (14 de setembro), Recife (14 de setembro) e São Paulo (datas a serem confirmadas).

*Com mais de 10 milhões de habitantes, a Guiné-Conacri faz fronteira com Guiné-Bissau, Senegal, Mali, Costa do Marfim, Libéria e Serra Leona. 


  •  
  •