Governo da Bahia realiza ações de combate ao racismo durante as Olimpíadas

0
  •  
  •  

Com informações da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial

Neste mês, quando Salvador sedia jogos das Olimpíadas, o Governo do Estado intensifica suas ações no enfrentamento ao racismo, recebendo denúncias de eventuais casos que envolvam atletas, torcida e profissionais envolvidos nas atividades esportivas.

A denúncia pode ser feita no equipamento social, situado na Avenida 7 de Setembro, de segunda a sexta-feira, ou pelo cr.racismo@racismo.ba.gov.br e (71) 3117-7448. Os casos registrados na unidade são acompanhados pela Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa do Estado da Bahia, que agrega instituições do poder público, universidades federais e estaduais, órgãos que formam o Sistema de Acesso à Justiça e um conjunto de organizações da sociedade civil. As vítimas também podem procurar a própria Sepromi, que fica na Avenida Paulo VI, nº 760, Edf. Belmonte Empresarial, 2º andar, no bairro da Pituba, também na capital.

Em Salvador, dez partidas de futebol serão realizadas na Arena Fonte Nova, assim como treinamentos nos estádios Manoel Barradas, o Barradão, e Governador Roberto Santos, conhecido como Pituaçu. Em 2014, aproveitando a realização da Copa do Mundo da FIFA no país, a então Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 (Secopa) e a Sepromi lançaram a cartilha “Copa sem racismo”, que reúne informações históricas e no âmbito legal em relação à pratica do racismo, deixando um legado após o fim da competição.

Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela:  Edifício Brasil Gás, nº 282, Avenida 7 de Setembro (Mesmo prédio da Fundação Pedro Calmon) – Salvador/BA,ou pelo cr.racismo@racismo.ba.gov.br e (71) 3117-7448.


  •  
  •