Camarões estreia com derrota diante do Chile na Copa das Confederações

0
Camarões x Chile - Foto - FIFA
Camarões x Chile – Foto – FIFA

Por André Carlos Zorzi, Por dentro da África

A seleção de Camarões perdeu sua partida de estreia na Copa das Confederações 2017 para o Chile, pelo placar de 2 x 0. A competição está sendo disputada na Rússia, e Austrália e Alemanha completam o grupo camaronês.

Diante dos chilenos, Camarões adotou um esquema focado no jogo defensivo, investindo em contra-ataques e jogadas pelo alto. O goleiro Ondoa, de 21 anos, que se transferiu recentemente ao Sevilla (Espanha) foi o destaque camaronês da partida.

A equipe segurou o empate até o final da partida, sofrendo os gols aos 35’ e 45’ do segundo tempo.

Camarões não pôde contar com o lateral-esquerdo Oyongo para a competição, convocado mas afastado da competição por conta de uma ruptura no tendão patelar ocorrida durante a vitória sobre Marrocos por 1 x 0 em Iaundé, há cerca de uma semana.

PRIMEIRO TEMPO

O Chile começou a partida exercendo forte pressão sobre a equipe camaronesa. Com menos de 1’ de jogo, Vargas já havia mandado uma bola na trave. Aos 3’, ótima troca de passes por parte dos sulamericanos, que não acertaram a conclusão.

O primeiro lance ofensivo de Camarões surgiu apenas aos 10’. A equipe africana assumiu sua inferioridade técnica e aproveitou sua pouca posse de bola para investir em um esquema defensivo, focando nos contra-ataques. Além disso, Camarões conseguiu chegar à frente em lances de bola parada.

Aos 15’, Ngadeu conseguiu cabecear e estufar as redes após cruzamento em cobrança de falta pela esquerda, mas uma falta cometida por Aboubakar em um defensor chileno anulou o lance.

Lance semelhante ocorreu quando faltavam 40 segundos para o fim da etapa inicial: Vidal recebeu passe pelo centro da intermediária ofensiva e tocou rapidamente para Vargas, que tirou do goleiro e comemorou como se tivesse aberto o placar. Porém, o recurso do vídeo foi acionado, e o árbitro decidiu por anular o gol, fazendo as equipes irem ao vestiário com um 0 x 0.

Camarões x Chile - Foto - FIFA
Camarões x Chile – Foto – FIFA

SEGUNDO TEMPO

Camarões voltou melhor a campo, permitindo menos jogadas ofensivas do Chile. Com menos oportunidades criadas por ambos os lados, o primeiro bom lance camaronês surgiu aos 20’, quando Aboubakar tentou driblar e foi derrubado pelo zagueiro Jara, que recebeu o único cartão amarelo da partida, nas proximidades da área. Na cobrança, Moukandjo mandou para fora.

A partir dos 25’ o Chile voltou a crescer na partida, conquistando alguns escanteios em jogadas bloqueadas pela zaga camaronesa.

Aos 35’, ataque chileno e cruzamento pela esquerda. A defesa afasta e a bola retorna novamente para o lado esquerdo do ataque chileno, que realiza novo cruzamento. Desta vez, Vidal cabeceia e abre o placar. Chile 1 x 0.

O técnico belga Hugo Broos buscou alterações na equipe apenas quando já era tarde demais. Aos 41’, Siani saiu para a entrada de Ngamaleu, e, aos 44’, Anguissa deu lugar para Mandjeck. Bassogog, que sentiu o joelho aos 39’ da etapa inicial, concluiu a partida em campo e, a princípio, não parece ter tido problemas mais graves.

NÚMEROS DA PARTIDA:

Camarões 0 x 2 Chile

Posse de bola

38% x 62%

Chutes (a gol)

8 (1) x 16 (4)

Faltas

11 x 8

Escanteios

5 x 5