Rio de Janeiro: Debate aborda encarceramento e racismo estrutural

0
  •  
  •  

 

 

 

 

Na próxima segunda-feira (25), a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) sediará um encontro sobre o cárcere juvenil e como ele afeta a vida da população negra. A roda de conversa reunirá mulheres ativistas que trabalham com o tema.

O Brasil ocupa o 3º lugar mundial no ranking de encarceramento, perdendo apenas para China e Estados Unidos. Segundo dados do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (INFOPEN), divulgado em 2017, a população prisional brasileira é de 726.712 pessoas para 368.049 vagas, sendo que, no Estado do Rio de Janeiro havia 50.219 prisioneiros para 28.443 vagas.

Da população prisional brasileira, 64% são negros. A população carcerária é majoritariamente negra e jovem. Os inúmeros casos de negros sendo presos injustamente são apenas a ponta do iceberg do racismo estrutural que age limitando vidas negras.

Saiba mais sobre o evento aqui 

Serviço:

Dia: 25/03.
Horário: 18:30.
Local: UERJ – Rua São Francisco Xavier, 524 – 9º andar (Auditório 91) – Maracanã, Rio de Janeiro/RJ.

 


  •  
  •