Mais de 900 crianças-soldado foram libertadas no Sudão do Sul em 2018

0

Khamisa, de 15 anos, viveu dois anos servindo um grupo armado. , by Unicef/UN0202137/Rich

Com informações da ONU

Segundo o UNICEF, durante o ano de 2018, cerca de 900 crianças-soldado foram libertadas por grupos armados no Sudão do Sul. No início deste mês, a organização informou que 90 meninos e 38 meninas, que estavam sob o poder do Movimento Nacional de Libertação do Sudão do Sul, foram resgatados.

Uma cerimônia na cidade de Yambio, sul do país, marcou o momento em que as crianças entregaram as armas e receberam roupas de civis. Todas vão fazer exames médicos e receber apoio psicossocial, como parte de um plano de reintegração.

Ao retornar para a casa, as crianças recebem três meses de ajuda alimentar do Programa Mundial de Alimentos (PMA). Além dos serviços relacionados com os meios de subsistência, o Unicef e os parceiros vão assegurar serviços de educação específicos e centros de aprendizagem acelerada.

Sudão do Sul 

O que é hoje o Sudão do Sul era parte do Sudão Anglo-Egípcio e tornou-se parte da República do Sudão, quando ocorreu a independência deste em 1956. Em 9 de julho de 2011, o Sudão do Sul tornou-se um estado independente.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here