Eliminatórias da CAN: Sudão do Sul conquista maior goleada de sua história e avança

0

 

Time de south sudan
Tim do Sudão do Sul – Divulgação

Por André Carlos Zorzi, Por dentro da África

As recentes datas-FIFA trouxeram o encontro entre diversas seleções africanas em amistosos, mas a bola tambem rolou oficialmente pela fase preliminar das eliminatórias para a próxima CAN.

Veja abaixo tudo o que aconteceu na rodada!

A seleção de São Tomé e Príncipe, assim como as Ilhas Maurício e o Djibuti, foram as primeiras equipes a dar adeus à possibilidade de disputar a Copa Africana de Nações, que será realizada em 2019, em Camarões.

Madagascar, Comores e Sudão do Sul avançam à fase de grupos. O grande destaque foi a virada protagonizada pelos sul-sudaneses, que haviam perdido para o Djibuti, fora, por 2 x 0, revertendo a vantagem com um estrondoso 6 x 0 na volta. A equipe, que está acostumada a derrotas ou vitórias por placares magros, chegou à maior goleada de sua curta história com o placar.

Em sua partida de ida, São Tomé e Príncipe foi derrotado por 1 x 0, jogando em casa. O gol surgiu após boa jogada malgaxe pelo meio de campo. Um atacante chegou pela esquerda da grande área, e cruzou a bola. Havia quatro defensores do time da casa e apenas um jogador adversário dentro da área. Mesmo assim, o zagueiro Diogo cabeceou com força, contra as próprias redes, aos 23’ do segundo tempo.

sao tome
Equipe de São Tomé e Príncipe – Foto: EPA/TIAGO PETINGA

Na volta, o atacante Voavy, de Madagascar, marcou dois gols rapidamente, praticamente liquidando o confronto nos primeiros 16’ de jogo.

Confira os resultados abaixo:

Jogos de Ida (22/24 de março):

São Tomé e Príncipe 0 x 1 Madagascar

Djibuti 2 x 0 Sudão do Sul

Comores 2 x 0 Ilhas Maurício

Jogos de Volta (26/28 de março):

Madagascar 3 x 2 São Tomé e Príncipe

Sudão do Sul 6 x 0 Djibuti

Ilhas Maurício 1 x 1 Comores

AMISTOSOS

A partida que mais chamou atenção foi disputada entre Costa do Marfim e Senegal, em Paris. O senegalês Sadio Mané abriu o placar aos 23’ do segundo tempo, e Gohi Bi empatou aos 42’. Pouco depois, porém, a partida precisou ser interrompida por conta da invasão de torcedores no campo.

Costa e Marfim e Senegal na Copa do Mundo 2014 - Divulgação

Os africanos também levaram a melhor no confronto contra europeus. A Costa do Marfim superou a Rússia na terra da próxima Copa do Mundo, por 2 x 0, e os caboverdianos venceram Luxemburgo, também no país europeu.

Uma partida entre Nigéria e Burquina Faso estava marcada para segunda-feira, 27, mas foi cancelada pois sete atletas burquinenses não conseguiram tirar vistos para entrar no Reino Unido, onde seria realizada.

23/03/2017

Quênia 1 x 1 Uganda – Machakos (Quênia)

Nigéria 1 x 1 Senegal – Londres (Inglaterra)

24/03/2017

Rússia 0 x 2 Costa do Marfim – Krasnodar (Rússia)

Mauritânia 1 x 0 Benin – Nouakchott (Mauritânia)

Líbia 0 x 0 Togo – Borg El Arab (Egito)

Tunísia 0 x 1 Camarões – Monastir (Tunisia)

Marrocos 2 x 0 Burkina Faso – Marrakech (Marrocos)

Guiné-Conacri 2 x 2 Gabão – Le Havre (França)

Confira abaixo os resultados dos amistosos africanos:

25/03/2017

África do Sul 3 x 1 Guiné-Bissau – Durban (África do Sul)

Tanzânia 2 x 0 Botsuana – Dar Es Salaam (Tanzânia)

Moçambique 2 x 0 Angola – Maputo (Moçambique)

26/03/2017

Quênia 2 x 1 Congo-Kinshasa – Machakos (Quênia)

Zimbabue 0 x 0 Zâmbia – Harare (Zimbábue)

27/03/2017

República Centro-Africana 1 x 2 Gâmbia – Rabat (Marrocos)

Mauritânia 2 x 1 Congo-Brazzaville – Nouakchott (Mauritânia)

28/03/2017

Tanzânia 2 x 1 Burundi – Dar Es Salaam (Tanzânia)

Egito 3 x 0 Togo – Borg El Arab (Egito)

Marrocos 1 x 0 Tunísia – Marrakech (Marrocos)

África do Sul 0 x 0 Angola – East London (África do Sul)

Moçambique 1 x 0 Lesoto – Beira (Moçambique)

Luxemburgo 0 x 2 Cabo Verde – Hesperange (Luxemburgo)

Camarões 1 x 2 Guiné-Conacri – Molenbeek (Bélgica)

Senegal 1 x 1 Costa do Marfim – Paris (França)

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por dentro da África é um site dedicado ao continente africano com notícias, pesquisas, teses e coberturas exclusivas desenvolvido pela jornalista Natalia da Luz.