UNESCO presta homenagem aos povos que resistiram à escravidão

0
  •  
  •  

etalhe do monumento em memória às vítimas da escravidão inaugurado em 2015 na sede da ONU em NY. Foto: ONU/Devra Berkowitz

Com informações da ONU

Celebrada todos os anos em 23 de agosto, o Dia Internacional de Lembrança do Tráfico de Escravos e de sua Abolição faz referência à revolta de escravos em Santo Domingo, que ocorreu na noite de 22 para 23 de agosto de 1791. Neste ano, no entanto, a diretora-geral lembra que a mensagem tem uma importância particular, uma vez que 2015 marca o início da Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024).

“O espírito deste Dia, estabelecido em 1997 por iniciativa da UNESCO, é coerente com o objetivo da Década de promover o conhecimento e o respeito à contribuição dos afrodescendentes para a diversidade cultural e o desenvolvimento das sociedades”, disse.

Por meio do seus projetos Rota do Escravo e História Geral da África, a UNESCO se empenha em revelar a realidade da escravidão e do tráfico de escravos para nos ajudar a aprender com esse capítulo da história. Por 20 anos, o Projeto Rota do Escravo tem estimulado a pesquisa e encorajado a implementação de ferramentas educacionais em escolas, a proteção de sítios memoriais e, ainda, o reconhecimento oficial pelas Nações Unidas, em 2001, da escravidão como um crime contra a humanidade.

 

 


  •  
  •