Filme conta a história de queniano que lutou para estudar aos 84 anos

37
  •  
  •  

The-First-Grader-2-HRMaruge lutou pela liberdade de seu país, foi preso e torturado. Em 2003, após ouvir um comunicado do governo sobre um programa de “Educação para todos”, decidiu se matricular em uma escola primária. Na ocasião, Maruge tinha 84 anos.

O filme “O Aluno” é baseado na história real de Kimani Maruge Ng’ang’a, que, com o sonho de aprender a ler e escrever, lutou para entrar e permanecer na escola acostumada a receber crianças. A história do idoso alfabetizado ao lado de crianças ganhou repercussão nacional e provocou a revolta de alguns moradores da região.

Falecido em 2009, Maruge foi a pessoa mais velha a se matricular em uma escola primária, de acordo com o Guinness Book. Devido ao seu empenho e conquistas, o queniano foi convidado para fazer um discurso na sede da ONU, em Nova York, sobre o poder da educação.

A história do herói queniano foi gravada no Great Rift Valley, no Quênia, e exibida pelo Netflix. Veja o trailer abaixo:


  •  
  •  

37 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia! Sou professora de história e vi o trailer resumo do filme uma lição de vida e o vídeo destaque Por Dentro da África, muito bom. Gostaria de receber material de vocês como vídeos e artigos sobre o continente africano, tendo em vista a escassez de materiais sobre o mesmo. Agora em outubro, vou começar a estudar com os meus alunos sobre a África. Se vocês tiverem algo sobre a separação e independência do Sudão do Sul e me enviarem eu agradeço, será bem-vindo. Em suma, ficarei feliz de receber todo e qualquer material de estudo.

  2. Bom dia! Sou professor de Geografia e vi o trailer resumo do filme uma lição de vida e o vídeo destaque Por Dentro da África, muito bom. Gostaria de receber material de vocês como vídeos e artigos sobre o continente africano, tendo em vista a escassez de materiais sobre o mesmo. Agora em outubro, vou começar a estudar com os meus alunos a Geografia da África. Se vocês tiverem algo sobre a separação e independência do Sudão do Sul e me enviarem eu agradeço, será bem-vindo. Em suma, ficarei feliz de receber todo e qualquer material de estudo.

  3. Fiquei maravilhada com

    a determinação dele em estudar e perplexa com a violência que ele sofreu.As partes do filme em que ele relembra as sessões de violência e a perda de sua família me comoveram,Histórias assim a Inglaterra camufla,esconde.Por trás daquela falsa Nobreza Inglesa existe um passado frio e cruel.

  4. Como chorei, adorei e concordo que esse filme deveria passar nas escolas, principalmente nas públicas, onde muita crianças tem afazeres em casa e quase não revisam o que estudou em sala, pois não a tempo, como o amiguinho do Marque. Palmas e salve a educação no mundo.

  5. Boa noite, sou professor de história e especialista em gestão pública.
    o Filme é muito instigante para diversas perspectivas de reflexões.
    1º – A relação entre os países (faço duas análises importante):
    a – a relação interna dentro do próprio continente africanos especificamente o próprio Quênia e seus diversos grupos étnicos linguísticos e seus conflitos internos.
    b – os países europeus em considerar como nações superiores e usurparem com sua ganância. Devastadora em função da sua “superioridade bélica”.
    Sua capacidade persuasiva desencadeia nesse país desequilíbrios destruidores.
    Como ferramenta didática considero um excelente material para dialogar em qualquer espaço educativo, seja ele formal ou informal.
    No campo político, constrói um diálogo rico, pois trás tanto a mulher e o homem negro numa posição de tomadas de decisões estruturante .
    Por pontuar esses atores no campo político onde constrói políticas públicas educacionais para o empoderamento das pessoas caminharem com suas próprias tomadas de decisões numa perspectiva libertadora tendo como foco o bem comum.
    Vou usar nas minhas aulas.

    • Como você deve saber, o imperialismo foi a partilha do territorio africano por parte das potencias europeias, o filme retrata os ingleses invadindo as terras dos quenianos. Matando as mulheres torturando os homens entre outras coisas.

  6. assisti ao trailler do filme,e me emocionei.O senhor Maruge é um exemplo de coragem, nunca desistiu do seu sonho.este filme deveria passar em cinemas e escolas do mundo todo para que as pessoas tenham mais valor pela educação e saberem que nunca é tarde para aprender!!!!uma salva de palmas ao senhor Maruge u
    m grande herói!!! que Deus o abençoe!!!

  7. Uma bela história não tem idade para começar adoro quando as pessoas decide a estudar sempre é bom começar é uma riqueza que ninguém toma será sempre nosso

  8. Vi a chamada,e não perderei este filme de jeito nenhum.Maruge é um grande exemplo para todos os que não tiveram a oportunidade de estudar,de ir à uma escola ,pra poder ter seus horzontes abertos através do conhecimento!

  9. Amei esse filme, ótima recomendação e quero receber mais recomendações boas assim. Assisti também “Palmeiras en la nieve”, a produção acho que é espanhola, e a história passa no Guiné Equatorial. Quando o País é explorado pelos espanhois e depois pelos ingleses. Vale a pena conferir.

  10. Depois de ler a matéria de vocês, procurei este filme até achar e estou assistindo neste momento em que posto esse comentário, posso dizer que é emocionante, só gostaria de ressaltar que, o nome do filme é Uma lição de vida, e não O aluno como diz na matéria. Mas, obrigado por trazerem este filme ao conhecimento dos leitores.

  11. Plagiar e crime, mas citar de forma apropriada, com indicação da fonte não é. Por favor não travem o copiar e colar da página de vocês como se toda a cópia implicasse em tentativa de plágio. É como se partissem do pressuposto de que todos os que tentam fazê-lo são criminosos. Isso é muito triste, limitador do tipo de relacionamento que podemos estabelecer com um site de conteúdo tão interessante como o de vocês.

  12. Todos sabemos, nunca é tarde para aprender, Maruge simplesmente com coragem concretizou um grande sonho. Muitos permanecem analfabetos por querer que a escola vá ao seu encontro, enquanto só contrário faz sentido.
    Um exemplo a seguir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here