Galeria em São Paulo recebe exposição sobre povos de Angola

1
  •  
  •  

Negro Amor - DivulgaçãoRio – Em São Paulo até o dia 20 de setembro, a mostra “Negro Amor”, do fotógrafo brasileiro Sérgio Guerra, exibirá um pouco da riqueza cultural de Angola. A exposição terá 30 trabalhos sobre os povos do país africano.

– São trabalhos dos últimos dez anos, com registros de diferentes regiões do país, apesar de a maior parte abordar os Hereros – fala ao Por dentro da África sobre a exposição em cartaz na Galeria Paralelo, que tem a curadoria de Emanuel Araujo, também diretor do Museu Afro Brasil.

Parte da riqueza que preenche o dia a dia dos Hereros, etnia que vive entre Angola, Namíbia e Botswana, estará presente na exposição do também  produtor cultural, que há cinco anos acompanha uma comunidade na Namíbe, em Angola. Durante esses anos, Sérgio Guerra investigou, acompanhou e vivenciou a cultura dos hereros.

Veja também: Um olhar brasileiro sobre os Hereros 

Sérgio conta que o nome Negro Amor é uma referência à Fundação Negro Amor criada em Salvador, na Bahia, com a finalidade de contribuir para que populações afrodescendentes historicamente excluídas conquistem direitos políticos, sociais e culturais e atinjam a cidadania.

Para mais infomações sobre a galeria, clique aqui

Por dentro da África


  •  
  •