‘Festival Afrikanse’ destaca vivências com artistas africanos

0
  •  
  •  

Melanito Byouz, Kunta Kinté, Nega Duda.1

Com informações da Baobá Comunicação

Até 18 de abril, o Festival Afrikanse receberá personalidades de vários países como Angola, Camarões e Senegal em uma programação que contempla atividades como giras de conversa, vivências artísticas e o tradicional Sarau Afrikanse.

O evento online, organizado por Ermi Panzo (Angola) e Rita Teles (Brasil), busca gerar protagonismo ao legado ancestral e diaspórico tanto nas atrações para o público quanto nos bastidores do evento, totalmente conduzido por profissionais negros e balizado por um intenso trabalho de mapeamento e conexão entre artistas e pensadores.

“Há um contexto político na realização e seleção dos artistas e dos demais profissionais que participam do festival”, conta Rita, que defende a iniciativa como um fator de empoderamento. Panzo destaca que “alguns destes artistas, africanos residentes no Brasil, enfrentam de várias formas um preconceito velado quanto à sua situação de imigrantes. É preciso desfazer este paradigma”.

O último dia de festival levará ao público o tradicional Sarau Afrikanse. O espetáculo multilinguagem, apresentado pela artista e ativista de direitos humanos Prudence Kalambay (República Democrática do Congo), contará com a participação de renomados artistas africanos já estabelecidos na diáspora brasileira: Fanta Konaté (Guiné Conacri), Ermi Panzo (Angola), Daphney Mapaseka Tukisi (África do Sul), Vocal Kuimba (Angola), Tyno Val (Togo), Vindas d´África (Cabo Verde e Angola), Jessica Areias (Angola) e outros.

As transmissões do Festival Afrikanse ocorrerão simultaneamente via página do Facebook da Núcleo Coletivo Das Artes e também no canal do YouTube das Edições Afrikanse.

Serviço:

Rotas Contemporâneas – 17/4, às 16h

Com Mister Prav (Benin), Ndeye Fatou Ndiaye (Brasil-Senegal) e Vensan Iala (Guiné Bissau)

Sarau Afrikanse – 18/4, às 16h

Convidados: Prudence Kalambay (República Democrática do Congo), Fanta Konaté (Guiné Conacri), Ermi Panzo (Angola), Daphney Mapaseka Tukisi (África do Sul), Vocal Kuimba (Angola), Tyno Val (Togo), Vindas d´África (Cabo Verde e Angola), Jessica Areias (Angola) e outros.

Acompanhe por aqui


  •  
  •