Espetáculo aborda o corpo negro a partir do pensamento de Frantz Fanon

0
  •  
  •  

Performance – Divulgação

Com informações da Rhizome Comunicações

Na próxima sexta-feira (20), a Oficina Cultural Oswald de Andrade, em São Paulo, receberá o espetáculo ‘O preto bonito está cagando para você, Madame!‘. Com solo do guadalupense Médrick Varieux, a palestra-performance aborda o corpo negro a partir do texto “A experiência vivida do negro”, capítulo do livro “Pele negra, máscaras brancas”, da autoria do pensador martiniquense da descolonização Frantz Fanon (1925 a 1961).

Em diálogo com o público, a performance da Taanteatro Companhia relembra a trajetória e obra do psiquiatra e filósofo Frantz Fanon. Sob a forma de um testemunho e de uma confissão, traz o relato de uma a vida conflituosa e de uma consciência que se descobre negra ao entrar no mundo e encontrar a si mesma.

A performance faz parte do Fórum de Ecoperformance, proposto pela Taanteatro Companhia por ocasião do projeto [des]colonizações.

Médrick Varieux é filósofo, escritor e ator. Nasceu em Guadalupe, ilha francesa no Caribe, onde começou a atuar numa peça reunindo textos de autores caribenhos como Aimé Césaire e Maryse Condé, sob a direção da atriz e diretora Esther Myrtil.

Serviço:
Palestra-performance O preto bonito está cagando pra você, Madame!
Dia 20 de setembro, sexta-feira, às 19h30
30 lugares
Os ingressos são distribuídos com 1 hora de antecedência.
Gratuito
Duração: 90 minutos
Classificação 12 anos
Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São
Paulo/SP


  •  
  •