Bicicletas doadas ajudam programa de combate ao HIV/Aids em Uganda

0
  •  
  •  

foto ale 4
Divulgação

Por Dentro da África,

Com informações e fotos de Brad Davis, do TDA Global Cycling

Kampala – A Tour d’Afrique Foundation, braço social da TDA Global Cycling, promoveu na última semana a doação de cerca de 20 bicicletas para organizações não-governamentais que trabalham no combate ao HIV/Aids no Uganda.

Cinco das bicicletas doadas pela Fundação foram adquiridas com recursos provenientes das vendas do livro “Mais que um Leão por Dia”, do jornalista brasileiro Alexandre Costa Nascimento, primeiro ciclista de um país latino-americano a cruzar a África do Cairo à Cidade do Cabo em uma bicicleta na expedição Tour d´Afrique.

livroO repasse de um porcentual das vendas do livro à TDA Foundation foi uma iniciativa do autor, em parceria com a Editora Nossa Cultura e a TDA Global Cycling, empresa promotora da expedição que atravessa o continente africano de bicicleta, do Cairo à Cidade do Cabo.

A cerimônia, promovida em Kampala, entregou as bicicletas à ONG CAP/AIDS, que atua para promover a melhoria das condições de saúde e da educação na África. Os equipamentos serão usados por enfermeiros e agentes de saúde em ações de tratamento das pessoas infectadas e para programas de educação e conscientização para se evitar o contágio da doença em comunidades no interior do país.

Leia também: O poder transformador das bicicletas para comunidades de quatro países africanos

A CAP/AIDS trabalha para operar o Lar da Esperança em Boro Boro, no norte do Uganda – um centro de educação sobre HIV, apoio e treinamento de subsistência para jovens órfãos e cuidadores de pessoas portadoras do vírus HIV.

foto ale 2
Divulgação

Estima-se que 7% da população adulta no Uganda estava contaminada pelo vírus HIV — o que faz do país o 10.º no mundo com maior prevalência desta doença. Em 2015, a população ugandense vivendo com o vírus HIV era estimada em 1,4 milhão. No mesmo ano, foram registradas 28,2 mil mortes em decorrência da AIDS neste país africano.

O fundador e diretor da TDA Global Cycling, Henry Gold, voou para Kampala para entregar pessoalmente as bicicletas à ONG. “É um grande prazer dar as bicicletas ao CAP/AIDS, porque temos uma confiança muito forte em sua capacidade de fazer a coisa certa, eles ajudam as pessoas certas e eles têm a atitude certa, que é sempre algo fundamental quando você está fazendo uma doação – você pode ver quem está recebendo, e essas doações muitas vezes podem fazer uma diferença de vida ou morte para as pessoas “, disse Gold.

O objetivo por trás da doação de bicicletas a estas organizações é aumentar a consciência das bicicletas como um meio alternativo e muitas vezes mais benéfico de transporte, bem como apoiar a defesa da bicicleta e promover projectos que protegem o ambiente


  •  
  •