“Beata, uma luz”, por Xandy Carvalho

1
  •  
  •  

Beata, uma Luz
Autor: Xandy Carvalho

Ouça a música feita para Mãe Beata, yalorixá que morreu aos 86 anos, neste sábado, dia 27 de maio. Nascida no Recôncavo Baiano, Mãe Beata chegou ao Rio de Janeiro em 1969. Sua história de militância social fez dela uma das figuras mais importantes no combate à intolerância religiosa no Brasil.

Vai, linda senhora
faz seu caminho
de volta.

O mar se abriu
em conchas e pérolas
Yemanjá sorrindo estava.

Os orixás dançavam em festa.
Era Beata voltando
pra África.

Vai linda senhora
faz seu caminho de volta
O xirê virou ciranda,
nessa roda ancestral
Mãe Beata, uma rosa
hoje é luz divinal.

E um silêncio veio do mar
quando Beata ali chegou.
Yemanjá só das Águas
Ouviu cantiga
que ela entoou.

Xandy Carvalho é produtor e coordenador do PADE-UFRJ

Leia mais – “Mãe Beata vive”, por babalawô Ivanir dos Santos

(Homenagem para a Mãe Beata de Yemanjá, yalorixá que morreu aos 86 anos, neste sábado, dia 27 de maio. Nascida no Recôncavo Baiano, Mãe Beata chegou ao Rio de Janeiro em 1969. Sua história de militância social fez dela uma das figuras mais importantes no combate à intolerância religiosa no Brasil.


  •  
  •  

1 COMENTÁRIO