África em Verso: “África dos Meus Sonhos”, por Morgado Mbalate

4
  •  
  •  

Foto de Virginia Maris Yunes – Burundi

África dos Meus Sonhos

Prefiro acreditar na poesia a crer nos políticos.
Entro no tempo e abro uma janela no chão da memória.
A janela do meu quarto é a melhor e a maior vista do mundo.
Eu vivo em poesia.
Viver em poesia é saber dançar com palavras e sonhos.
O que me dói nesta minha África
é ver alguma parte dela que vai deixando de ser África.
Vivo longe dos africanos que estão se tornando ocidentais.
Vivo próximo dos africanos originais.
África, sinto-te aqui no meu coração.
África é para ti minha dedicação.
África és a magia que inunda minha vida.
Minha poesia se abre para o teu olhar.
O inimigo pode roubar todas as grandezas e riquezas da África.
Mas o inimigo jamais poderá roubar
a beleza do meu sonho africano.

De Morgado Mbalate

Em homenagem à Natalia da Luz pelo aniversário em 11 de junho 


  •  
  •  

4 COMENTÁRIOS