Vacina contra o HIV será testada na África do Sul

0

hiv_aids_historyCom informações do Instituto Nacional de Saúde

Nesta semana, na África do Sul, começou a ser testado o primeiro estudo de eficácia da vacina contra o HIV. O estudo, chamado HVTN 702, será testado em 5.400 homens e mulheres, o maior e mais avançado ensaio clínico de vacinas contra o HIV na África do Sul, onde mais de 1.000 pessoas se infectam com HIV todos os dias.

“Mesmo uma vacina moderadamente eficaz iria diminuir significativamente a carga de HIV ao longo do tempo em países e populações com altas taxas de infecção pelo HIV, como na África do Sul”, disse Anthony S. Fauci, MD, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas.

south-africa-2015

O regime experimental de vacina baseia-se no ensaio clínico RV144 da Tailândia, liderado pelo Programa de Investigação do HIV Militar dos EUA e pelo Ministério da Saúde da Tailândia. O novo teste, que terá duração de quatro anos, quer proporcionar uma maior e mais sustentada proteção do que o regime RV144. Os voluntários do estudo serão designados aleatoriamente para receberem a vacina. Todos os participantes do estudo receberão um total de cinco injeções ao longo de um ano.

“O HIV alcançou um número devastador na África do Sul, mas agora começamos uma exploração científica que poderá ser uma grande promessa para o nosso país. Se uma vacina contra o HIV for encontrada, ela poderá alterar drasticamente o curso da pandemia “, disse a médica Glenda Gray, presidente e diretor executivo do Conselho de Pesquisa Médica da África do Sul.