Ranking Acadêmico: Conheça as 15 melhores universidades do continente africano

5
  •  
  •  

Rio – O relatório sobre o Ranking Acadêmico de Ensino Superior listou as 15 melhores universidades do continente africano considerando aspectos como impacto, presença, abertura e excelência. Atualizada a cada seis meses, a pesquisa foi produzida pelo Cybermetrics Lab (Conselho Nacional de Pesquisa Espanhol), que fornece informações sobre o desempenho das universidades de todo o mundo.

1 – Universidade da Cidade do Cabo, África do Sul 

Universidade da Cidade do Cabo - DivulgaçãoFundada em 1829, é a universidade mais antiga do país. Durante o apartheid (1948 – 1994), ela serviu de centro intelectual para combater a política do governo. Ela é membro da Rede de Universidades do Mundo, da Associação das Universidades Africanas e da Associação Internacional de Universidades. 332 no ranking mundial 

2. Universidade de Stellenbosch, África do Sul

Universidade de Stellenbosch - DivulgaçãoPrestigiada instituição de pesquisa da África do Sul, a Universidade de Stellenbosch tem a maior proporção de pós-graduados. Ela foi fundada em 1866 com o nome de Stellenbosch Gymnasium. A instituição fabricou o primeiro micro-satélite de África, o SUNSAT, colocado em órbita no ano de 1999. 435 no ranking mundial 

3 – Universidade de Pretoria, África do Sul 

Universidade de Pretoria - DivulgaçãoFundada em 1908, a universidade é a mais importante instituição da capital executiva sul-africana. Desde 1997, ela tem produzido mais resultados de pesquisa a cada ano do que qualquer outra instituição de ensino superior no país. Em mais de um século de serviço letivo graduou mais de 200.000 alunos. 523 no ranking mundial

4 – Universidade de Witwatersrand, África do Sul 

Universidade de Witwatersrand - DivulgaçãoA Universidade de Wirswatersrand é um multi-campus universitário localizado no centro de Johanesburgo. Originalmente fundada em 1896, ela foi a “casa” de  vários líderes negros notáveis. Muitos dos críticos mais provocantes do apartheid eram estudantes da universidade. 521 no ranking mundial 

Universidade do Cairo - Divulgação5 – Universidade do Cairo, Egito

Fundada em 1908, a Universidade do Cairo foi uma das mais importantes em toda a África. Ela proporcionou um contraste com os modelos religiosos anteriores de ensino superior no país. A sua proposta era  inspirada em ideias civis, diferentemente da base religiosa da Universidade de Al-Azhar, que também era uma mesquita. 592 no ranking mundial 

nairobi6- Universidade de Nairóbi – Quênia 

É uma das maiores universidades do Quênia. Embora a sua história como instituição de ensino tenha começado em 1956, ele não se tornou uma universidade independente até 1970. Este ano, a Universidade da África Oriental foi dividida em três universidades independentes: Universidade de Makerere (Uganda), Universidade de Dar es Salaam (Tanzânia) e Universidade de Nairóbi (Quênia). 712 no ranking mundial 

7 – Universidade de Kwazulu Natal, África do Sul 

A instituição tem cinco campi localizados em toda a província de Kwazulu-Natal. Ela foi criada em 2004, após a fusão da Universidade de Natal e a Universidade de Durban-Westville. Ela é uma das cinco mais importantes universidades de produção científica do país com 75% dos professores envolvidos em pesquisa. 717 no ranking mundial 

8 – Universidade do Cabo Ocidental, África do Sul 

Universidade do Cabo Ocidental, - DivulgaçãoO governo sul-africano estabeleceu a Universidade do Cabo Ocidental, em 1960, como uma universidade para “apenas pessoas de cor.” No entanto, desde 1994, ela tem sido uma instituição integrada com excelente reputação de pesquisa. 899 no ranking mundial 

 

9 – Universidade de Mansoura, Egito

mansouraA Universidade de Mansoura foi fundada em 1972 na cidade de Mansoura, no Egito. É uma das maiores universidades do Egito e tem contribuído muito para a vida cultural e científica do país. 1113 no ranking mundial 

10 – Universidade de Joanesburgo, África do Sul 

university joburgA instituição inclui mais de nove faculdades com 90 departamentos e 48 mil alunos matriculados. A universidade é uma das maiores universidades residenciais na África do Sul. 1126 no ranking mundial 

11 – Universidade de Makerere, Uganda

Universidade de Makere - DivulgaçãoA universidade é a segunda maior e segunda mais antiga do país.  Makerere se tornou uma instituição nacional independente em 1970, quando a Universidade da África Oriental foi dividida em três instituições independentes: Universidade de Nairobi (Quênia), Universidade de Dar es Salaam (Tanzânia) e a Universidade Makerere. 1156 no ranking mundial 

12 – Universidade de Rhodes, África do Sul 

Universidade de Rhodes - DivulgaçãoFundada em 1904, a Universidade de Rhodes é uma instituição pública de pesquisa localizado na Província do Cabo Oriental, na África do Sul. Esta pequena universidade tem um corpo discente de pouco mais de 7.000. Cerca de 40% dos alunos optam por estudar ciências humanas, tornando esse o maior departamento dentro da instituição. 1167 no ranking mundial 

13 – Universidade Americana no Cairo, Egito 

A universidade oferece pcairo universityrogramas de aprendizado no estilo americano em graduação, pós-graduação e programa de educação continuada. O corpo docente adjunto e os professores convidados são acadêmicos, profissionais de negócios, diplomatas, jornalistas, escritores, principalmente dos Estados Unidos e Egito. 1229 no ranking mundial 

14 – Universidade de Benha, Egito

Banha UniversityUniversidade Benha é uma universidade egípcia localizada na cidade de Banha. Foi estabelecida por um decreto em 1976 como um ramo da Universidade de Zagazig com as faculdades de Comércio, Educação, Agricultura, Engenharia e Medicina. 1244 no ranking mundial 

15 – Universidade de Alexandria, Egito 

alexandriaA Universidade de Alexandria foi criada em 1938. É a segunda maior universidade no Egito. Ela era conhecida como Universidade Farouk até 1952, quando o seu nome foi mudado para a Universidade de Alexandria. O fundador Taha Hussein foi um dos escritores egípcios do século XX mais influentes. 1248 no ranking mundial 

 Confira o ranking completo aqui

Captura de tela 2016-07-16 às 16.14.08

Por dentro da África 

 


  •  
  •  

5 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente o ensino no continente Africano tem sido uma vergonha, maior parte do dirigentes Africanos preocupam-se em aumentar o numero das instituições de ensino e pouco se importam com a qualidade de ensino, no caso de Moçambique meu pais, onde encontram-se Instituições de ensino sem laboratórios sem salas de informatica entre outros meios que contribuem para o desenvolvimento de pesquisas de forma a aprimorar os conhecimentos e criar coisas novas, envés de passarmos a vida a depender de ajuda externa ate para alimentar-se que se fizesse um investimento serio na área da educação, só assim os países africanas passariam a andar com as suas próprias pernas e atingiriam resultados satisfatórios em todas as áreas que fazem o desenvolvimento de um pais. Bem haja o ranking aqui exposto e espero que noutras oportunidades possam fazer parte mais universidades de outros países…