Nigéria: Equipes da Médicos Sem Fronteiras controlam surto de sarampo

0
  •  
  •  

Campanha de vacinação na Nigéria - Francois Servranckx

Katsina – O surto de sarampo que teve início em dezembro de 2012, em Katsina, no norte da Nigéria, e que gradualmente se espalhou por outras províncias, foi controlado por equipes da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) após 28 semanas.

Desde fevereiro de 2013, a MSF tem prestado suporte ao Ministério da Saúde no monitoramento epidemiológico e no manejo de casos de sarampo nas 34 regiões governamentais do estado. Equipes da organização visitaram 300 instalações de saúde e doaram medicamentos para o tratamento de 14.290 casos da doença, incluindo 420 casos com complicações. Durante o período, foram registrados 36.428 casos com 198 mortes por sarampo.

Devido à falta de vacinas contra o sarampo no país, apenas 10% do total foram inicialmente disponibilizadas para o estado de Katsina. MSF decidiu, então, na primeira semana de março, ampliar o suporte às autoridades, conduzindo uma campanha de vacinação em massa em cinco das 34 províncias. Cerca de 217 mil crianças, com idades entre seis meses e cinco anos, foram vacinadas.

Com informações da Médicos Sem Fronteiras 


  •  
  •