Continente africano erradica poliovírus selvagem

0
  •  
  •  

OMS Africa – Vacinação de Polio

Com informações da OMS

A Comissão Regional Africana independente de Certificação (ARCC) para a Erradicação da Pólio declarou oficialmente, nesta terça-feira (25), que o continente está livre do poliovírus selvagem. Isso marca a erradicação do segundo vírus do continente desde a varíola há 40 anos.

“Hoje é um dia histórico para a África. A Comissão Regional Africana de Certificação para a erradicação da poliomielite (ARCC) tem o prazer de anunciar que a Região cumpriu com sucesso os critérios de certificação para a erradicação da poliomielite selvagem, não tendo sido comunicados casos do poliovírus selvagem na região durante quatro anos”, disse Rose Gana Fomban Leke, Presidente da ARCC.

O anúncio surge após um exaustivo processo de décadas de documentação e análise da vigilância, imunização e capacidade laboratorial da poliomielite dos 47 estados membros da região, que incluiu a realização de visitas de verificação de campo a cada país.

Em 1996, os Chefes de Estado africanos comprometeram-se a erradicar a poliomielite durante a Trigésima Segunda Sessão Ordinária da Organização de Unidade Africana em Yaoundé, nos Camarões. Na altura, a poliomielite estava a paralisar anualmente cerca de 75.000 crianças no continente africano.

No mesmo ano, Nelson Mandela, com o apoio do Rotary International, iniciou o empenho da África na erradicação da poliomielite com o lançamento da campanha ‘Kick Polio Out of Africa’. O apelo de Mandela mobilizou nações africanas e líderes de todo o continente para intensificarem os seus esforços no sentido de alcançar cada criança com a vacina contra a poliomielite.

O último caso de vírus selvagem da poliomielite na região foi detectado em 2016 na Nigéria. Desde 1996, os esforços de erradicação da poliomielite impediram que até 1,8 milhões de crianças paralisassem durante toda a vida e salvaram aproximadamente 180.000 vidas.

“Este é um marco importante para a África. Agora as futuras gerações de crianças africanas podem viver livres da pólio selvagem. Contudo, devemos permanecer vigilantes e manter as taxas de vacinação para evitar o ressurgimento do vírus”, disse Matshidiso Moeti, Diretor Regional da OMS para África.

Embora a erradicação do poliovírus selvagem da Região Africana da OMS seja uma realização importante, 16 países da região estão atualmente a sofrer surtos de cVDPV2, que podem ocorrer em comunidades sub-imunizadas.

Graças à dedicação da Iniciativa Global de Erradicação da Pólio, os casos de poliomielite diminuíram em 99,9% desde 1988, aproximando o mundo mais do que nunca do fim da poliomielite.


  •  
  •