Sudão do Sul: deslocamento forçado é mais um desafio para pessoas com HIV

0
  •  
  •  

Foto: Sudão -UNMISS

Com informações da ONU

Rio – No Sudão do Sul, milhares de pessoas com HIV foram deslocadas pelos contínuos conflitos e se esforçam para continuar seus tratamentos. Segundo um relatório do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), emergências como a situação humanitária no país podem interromper os cuidados e os tratamentos dos soropositivos.

O deslocamento forçado de pessoas por conflitos ou desastres também é associado com o aumento da insegurança de alimentos, destruição de vidas e aumento da pobreza. Em 2012, aproximadamente 150 mil sul-sudaneses viviam com o HIV. Estima-se que cerca de um terço deles tenha sido deslocado pela crise.

Assista nesta reportagem, saiba mais, em inglês, em http://bit.ly/1zdmb6y e informe-se sobre a crise no Sudão do Sul em www.onu.org.br/especial/sudao-do-sul

Com informações da ONU 


  •  
  •