Cabo Verde pretende vacinar mais de 50% da população contra sarampo e rubéola

0
  •  
  •  

Foto: ONURio – Nesta segunda-feira, Cabo Verde lançou uma campanha nacional de vacinação contra o sarampo e a rubéola para imunizar cerca de 260 mil cabo-verdianos com idade entre nove meses e 25 anos (53% da população).

O objetivo da medida é fazer com que Cabo Verde seja o primeiro país africano a cumprir a solicitação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de erradicar o sarampo e a rubéola na região africana.

O diretor regional da OMS para África, o angolano Luís Sambo, está na capital cabo-verdiana para apoiar as autoridades locais na sensibilização das pessoas para aderirem à operação que terminará em 23 de outubro.

A última epidemia de sarampo registada no país ocorreu entre 1997 e 1998, tendo provocado 49 mortes entre os 8.873 casos registados nas nove ilhas habitadas.

Em relação à rubéola, todas as nove ilhas foram afetadas em 2008 (com 9.578 casos) e em 2009 (com 11.329 casos), sem que houvesse um único óbito provocado pela doença.

Com informações da Panapress 


  •  
  •