Governo sul-africano anuncia novo tratamento “3 em 1” contra o HIV

0
  •  
  •  

Foto HIV - ONU

Rio – Na luta contra o HIV, que atinge 12% da população da África do Sul,  o Ministério da Saúde sul-africano anunciou nesta segunda-feira que o tratamento para a Aids será reformulado e que, em vez de três doses diárias de medicamentos, os pacientes receberão apenas uma.

Durante entrevista à SABC, rede de TV sul-africana, o ministro da Saúde Aaron Motsoaledi informou que o Ministério levou quatro meses (desde a conclusão da pesquisa) para lançar o novo tratamento (que deve custar cerca de US$10 dólares por mês para cada paciente). O objetivo de Aaron é que, em 2015, a transmissão de mães para seus bebês chegue a 1%, lembrando que essa forma de transmissão vem declinando nos últimos anos: 8% (em 2008), 3.5% (em 2010) e 2.7% (em 2011).

Outra meta do país é aumentar o alcance do tratamento para os soropositivos. No país de cerca de 50 milhões de habitantes, há 6 milhões de pessoas contaminadas pelo vírus, mas apenas 1.9 milhão recebem tratamento. Segundo o Ministério da Saúde, o objetivo é chegar 2.5 milhões em 2015.

Por dentro da África  


  •  
  •