“Damos atenção à África porque a África mora aqui”, diz Celso Amorim

0

AFRICA UNIONCom informações do Instituto Lula

Na noite dessa terça-feira (26), o convidado Celso Amorim, embaixador, ex-ministro das Relações Exteriores do governo Lula e da Defesa durante o governo Dilma, participou do debate “Um Balanço das Relações Brasil-África”.

Durante a quinta edição da série de debates “Conversas Sobre África”, promovida  pelo Instituto Lula, Amorim recapitulou a história dessas relações do começo do século XX até os dias de hoje. Segundo ele, o maior interesse dos brasileiros pelo continente africano veio entre os anos 50 e 60, época em que diversos países da região começavam a lutar contra a dominação colonial. “A independência africana empolgou muito a minha juventude”, disse.

O ex-ministro afirmou que durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aconteceu um “grande impulso” nas relações entre o Brasil e a África. “Está no discurso de posse do presidente”, relembrou. Ele fez questão que houvesse uma referência à Africa”. Para o ex-ministro, existem afinidades entre os dois povos: “damos atenção à África porque a África mora aqui”. “Temos a segunda maior população afrodescendente do mundo”, completou.

Amorim também citou o potencial econômico da aproximação com o continente. A África, disse o ex-ministro, “vai ter grande influência”. “Está entre as maiores economias mundiais”. O ex-ministro encerrou sua fala citando o comentário de um líder africano: “O presidente da Namíbia me disse: ‘O Brasil não nos dá o peixe, ele ensina a pescar´”.

Na mesa de debates também estavam presentes Eugênia Pereira Saldanha Araujo (embaixadora de Guiné-Bissau no Brasil), Ivone Maria da Silva (secretária-geral do Sindicato dos Bancários de São Paulo), Daniel Balaban (diretor do Centro de Excelência Contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos no Brasil da ONU), Suhayla Khlalil (professora de Relações Internacionais da Escola de Sociologia e Política de São Paulo) e Celso Marcondes (diretor do Instituto Lula).

“Conversas Sobre África foi realizado em parceria com o Sindicato dos Bancários de São Paulo e o Centro de Excelência contra a Fome e fez parte da comemoração do Dia da África (25 de maio).